Especial Fim de Ano: Compota de frutas – Receita de família

Assim como no post anterior, selecionamos essa receitinha especial que é sucesso em nossa família (entre adultos e crianças..rs). Essa compota é deliciosa, além de rica em fibras, vitaminas A, B e C, cálcio e potássio. Aproveite as ceias de fim de ano para estimular o paladar do bebê e, assim como o restante da família, saborear pratos especiais preparados com todo carinho e amor. Vamos à receita! Continue lendo “Especial Fim de Ano: Compota de frutas – Receita de família”

Especial Fim de Ano: Risotinho Baby – Receita de família

Cozinhar é um ato de amor, para os nossos pequenos banguelas então… é mais que especial!! Aproveitar as ceias de fim de ano pode ser uma ótima oportunidade para estimular o paladar do bebê e, assim como o restante da família, saborear pratos especiais preparados com todo carinho e amor. Selecionamos essa receitinha especial, com arroz arbóreo e quinoa, que é sucesso em nossa família.

Continue lendo “Especial Fim de Ano: Risotinho Baby – Receita de família”

Como amamentar em 5 passos

Cada bebê tem seu próprio ritmo de mamada. O mais importante é que ele seja colocado no peito sempre que solicitar. Nos primeiros dias, o bebê não apresenta um ritmo regular de mamada e, por isso, paciência e tranquilidade são essenciais para a adaptação do bebê e também da mamãe. Confira a seguir 5 passos para iniciar esta jornada incrível que é a amamentação.

Continue lendo “Como amamentar em 5 passos”

Dificuldades de alimentação nas primeiras semanas de vida

Independentemente do tipo de alimentação, seja amamentação no peito ou na mamadeira, a maioria dos bebês sofre alguma dificuldade relacionada à alimentação ao longo das primeiras semanas de vida. São incômodos que os pequenos manifestam através do choro e que, com boa informação e cuidados muito simples, você pode evitar.

Continue lendo “Dificuldades de alimentação nas primeiras semanas de vida”

Crianças precisam ser estimuladas a comer, nunca forçadas!

O desconhecimento do comportamento normal de um bebê, a dificuldade para distinguir o desconforto sentido em decorrência da sensação de fome, daqueles causados por outros tipos de fatores como sede, incômodo causado por fraldas sujas e molhadas, calor ou frio, necessidade de carinho e presença da mãe/pai. Por causa desses fatores, mães/pais podem se ver tentados a oferecer alimentos a toda hora, mesmo quando a criança não tenha fome. Desta forma, e sem saber, interferem no auto-controle da criança pela demanda por alimentos.

Continue lendo “Crianças precisam ser estimuladas a comer, nunca forçadas!”