Gestação: montanha-russa de emoções?

 

Os sentimentos da mulher gestante podem mudar a cada trimestre, com suas próprias questões emocionais. No primeiro trimestre, você luta com o fato de que está grávida. No segundo, você lida melhor com o fato de que realmente terá um bebê. No terceiro, você se aprofunda e vislumbra as responsabilidades e alegrias de ser mãe.

Depois que você engravida (de forma planejada ou não), seus sentimentos podem se tornar diferentes do que você imaginava: você se achava pronta e subitamente fica insegura. Isso porque a gravidez altera a dinâmica dos relacionamentos em sua família. Se for o primeiro bebê, você deixará de ser uma pessoa ou parte de um casal, com obrigações apenas para com si mesma ou para outro adulto, para ter responsabilidade integral sobre um bebê totalmente dependente. Se for o segundo (ou terceiro ou quarto) bebê, ainda haverá mudanças na família, pois suas responsabilidades aumentam.

É por isso que também chamam a gravidez de “crise de desenvolvimento”. Embora ter um bebê seja normal e uma parte maravilhosa da vida, seus sentimentos vão se ajustando ao longo do tempo, sendo expandidos pelas mudanças hormonais ocorrendo no corpo.

Os sentimentos mais comuns, relatados pela maiorias das gestantes são:
– choro frequente
– excesso de sensibilidade
– alegria, felicidade e empolgação
– incerteza ou medo
– irritabilidade
– distração
– orgulho (por ter obtido um milagre)
– reações às mudanças em seu corpo (você pode ou não adorar seu corpo de gestante)
– tristeza (pela perda do modo como as coisas costumavam ser)
– ansiedade (sobre finanças, ambiente, mudanças, nascimento)
– impaciência (se sente como se a gravidez não terminasse)

Embora tudo acima seja normal, você pode seguir algumas dicas para diminuir suas variações de humor:
– Permaneça fisicamente saudável: coma bem, exercite-se e descanse muito.
– Evite se sobrecarregar em casa ou com compromissos profissionais.
– Compartilhe seus pensamentos e sentimentos com seu parceiro, amigos ou familiares.
– Mantenha-se informada: faça cursos pré-natal, de parto, leia sobre gravidez, acesse sempre nosso blog!

Nunca tome medicamentos para depressão ou variações de humor (incluindo fitoterápicos!) antes de conversar com seu médico. Lembre-se que noves meses passam bem rápido e em breve tudo será recordação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *