O desenvolvimento psicológico dos bebês

Paralelo ao desenvolvimento físico, o bebê também progride na capacidade de se comunicar, brincar, falar… Conheça agora os progressos habituais no primeiro ano de vida do bebê, do ponto de vista psicológico.

1 mês: vira-se para mãe quando ouve sua voz. Sorri de forma isolada. Segue luzes e cores que estejam dentro do seu campo visual.

2 meses: sorri quando alguém fala com ele. Surpreende-se com sons mais fortes.

3 meses: observa tudo que o rodeia, até suas mãos e pés. Responde aos sons quando falam com ele.

4 meses: abana objetos para que façam barulho. Reconhece objetos de uso corrente, como a mamadeira. Manifesta alegria, tristeza, medo, sorri.

5 meses: sabe diferenciar a voz das pessoas que falam com ele.

6 meses: balbucia para chamar a atenção das pessoas. Exprime aceitação ou recusa.

7 meses: identifica pessoas estranhas. Reclama a atenção dos familiares. Toma consciência de um mundo além de sua visão. Pronuncia algumas sílabas.

8 meses: mantém-se próximo à mãe pois a reconhece como fonte de segurança e proteção. Brinca com as pessoas.

9 meses: chama atenção com gestos e gracinhas. Sente ciúmes se não for atendido.

10 meses: dá tchau com a mãozinha. Reconhece objetos do cotidiano pelo nome.

11 meses: explora sua motricidade: puxa toalhas, mexe em vários objetos ao mesmo tempo.

12 meses: Imita gestos e ações. Entende a intenção da pessoa pelo tom da voz. Fica bravo quando suas vontades não são realizadas.

Todos esses aspectos do desenvolvimento psicológico não dependem apenas da capacidade da criança, mas também de fatores genéticos, do ambiente em que vive, da saúde, dos estímulos que recebe.

É importante que os pais prestem atenção nesses aspectos, fortalecendo e desenvolvendo as habilidades de aprendizagem da criança com calma, sem imposições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *