Problemas comuns na boca do bebê

Muitos são os problemas e doenças que podem surgir até o primeiro ano de vida do bebê. Seja pela presença de bactérias, fungos ou um simples vírus, para qualquer situação, a avaliação do pediatra e a correta medicação prescrita por ele é fundamental para o alívio e para a cura de qualquer incômodo.

Sapinho
Trata-se de uma infecção por fungos, comum nos primeiros meses de vida. Manifesta-se na forma de uma membrana branca, parecida com nata de leite, na parte interior da boca e provoca dores na hora de se alimentar.

Geralmente a indicação médica é de um fungicida líquido várias vezes ao dia, além de aumentar as medidas de higiene na limpeza dos mamilos, chupetas e mamadeiras.

Estomatite
É uma infecção provocada por vírus, acompanhada de febre alta. Manifesta-se por pequenas aftas que se formam no interior da boca e nas gengivas e são muito dolorosas.

O tratamento consiste em medidas higiênicas de limpeza oral combinadas com medicamentos de alívio da febre e das dores.

Nascimento dos dentes
Por volta dos 5 ao 7 meses se inicia a saída dos dentes. O incômodo neste caso são as dores quando o dente rasga a gengiva. Algumas crianças passam por esta fase sem o menor problema, mas a maioria se sente muito incomodada, além de babar bastante.

Os pediatras não aconselham medicamentos para as gengivas pois podem lesar o esmalte dos dentinhos que acabaram de nascer. Utiliza-se medicação para tratar a febre, mordedores gelados ou outros objetos limpos que o bebê possa levar à boca e aliviar o mal-estar.

Salivação excessiva
Muitas crianças por volta dos 2 ou 3 meses começam a babar abundantemente. Trata-se de um processo fisiológico normal, quando simplesmente chega a hora em que as glândulas salivares ficam maduras e o bebê produz mais saliva. Como os bebês não têm completo controle da musculatura, não conseguem engolir a saliva produzida, deixando-a escorrer para fora da boca. Portanto, não há medicação recomendada.

Para todas as situações descritas acima, pode ocorrer dificuldade na hora de alimentar o bebê. Por isso, de acordo com a idade da criança, são recomendados alimentos líquidos e frios, além do leite materno. A higiene oral é sempre importante e deve ser realizada regularmente. O uso de babadores, especialmente aqueles com camada interna impermeável, ajudam a manter o bebê sequinho, aliviando o desconforto nos casos de salivação abundante.

Consulte nossa loja e confira os melhores babadores para cada ocasião! Inclusive para ir ao pediatra e tratar as situações descritas acima!

Abraços,
Equipe Santo Babador

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *