Ritual do sono: evite estas 4 armadilhas

Você está fazendo tudo direitinho: estabeleceu uma rotina para seu bebê dormir, o quarto tem um ambiente propício, ele já está alimentado e de fralda limpa mas… é aquela choradeira, ele não quer ficar no berço de jeito nenhum! O que pode estar errado?


Nas primeiras semanas os hábitos do bebê são imprevisíveis mesmo, afinal ele ainda está se adaptando à vida fora do útero. É por volta dos quatro meses que os bebês desenvolvem maturidade neurológica suficiente para ter uma rotina do sono. Desta forma, sempre que possível evite as seguintes armadilhas:

1 – Balançar o bebê para dormir
Embalar o bebê até que ele adormeça pode virar um problema se este se tornar o único jeito em que o bebê consegue dormir. Lembre-se que ele vai crescer e engordar. O segredo está em associar determinadas atividades com a hora de dormir. Por exemplo, depois das atividades do ritual (banho, pijama, história) sempre diminua as luzes. Se a mesma coisa acontece todas as noites, eles começam a entender que a hora do sono chegou. O ideal é colocar o bebê no berço antes que ele adormeça, de modo que ele aprenda a dormir no berço, não em seus braços.

2 – Pegar o bebê no colo toda vez que ele chora
É importante e necessário confortar o bebê quando ele chora e nos primeiros seis meses é isso que se deve fazer para que ele saiba que ele está amparado. Conforme ele fica mais velho, podemos transmitir conforto e segurança por exemplo, colocando as mãos em suas costas quando ainda está no berço.
Verifique se o bebê está molhado, com fome ou doente e se tudo estiver bem e mesmo assim ele não parar de chorar, pegue-o no colo e depois que ele se acalmar, volte a colocar no berço. Lembre-se que você foi confortá-lo, coloque as mãos em suas costas e diga em tom suave e gentil “Está na hora de dormir”.

3 – Mamadas noturnas
O bebê pode se acostumar a acordar ao fim de um ciclo de sono e pensar que precisa sugar o leite em vez de voltar a dormir. As mamadas noturnas não afetam apenas o seu sono, mas podem afetar a forma como seu filho come durante o dia, pois quando ele come muito a noite, sente menos fome durante o dia e volta a sentir fome tarde. Corte gradualmente a quantidade de vezes e de tempo que amamenta durante a noite.

4 – Manter o bebê acordado até tarde
Esta não é uma boa estratégia porque quando os bebês dormem tarde, eles ficam cansados demais e por isso levam mais tempo para adormecer e acordam com mais frequência. Preste atenção nos sinais de cansaço: quando esfrega os olhos, boceja ou começa a ficar irritado. Neste momento, inicie o ritual do sono.

Os problemas do sono podem ser causados por diversas variáveis mas lembre-se sempre que seu bebê está aprendendo a dormir e você irá ajudá-lo e reconfortá-lo sempre que necessário. Seja firme e paciente. Peça ajuda se necessário. Com o tempo tudo se ajeita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *